Santo Antônio de Pádua

Santo Antônio de Pádua

Santo Antônio de Pádua é um município brasileiro do estado do Rio de Janeiro.

História

A origem do município de Santo Antônio de Pádua remonta ao século XVIII, quando frades capuchinhos empenharam-se em catequizar indígenas da região. Somente no século XIX veio a ser dado novo impulso às obras missionárias, fazendo com que fosse construída uma capela nas proximidades do Rio Pomba, consagrada a Santo Antônio de Pádua, em torno da qual se reuniram famílias indígenas pacíficas.

O desenvolvimento da região levou o governo, em 1843, a criar a freguesia de Santo Antônio de Pádua, sob jurisdição de São Fidélis. A freguesia progrediu rapidamente, sobretudo no setor agrícola, emancipando-se de São Fidélis em 1882, elevada à categoria de vila. Primeiramente dedicado à cafeicultura, o fluxo migratório proveniente de Campos desenvolveu a cana-de-açúcar, consolidando a evolução econômica e demográfica da região. A implantação do sistema ferroviário determinou a formação de diversos sítios urbanos, geralmente a partir das estações, como é o caso das sedes distritais de Baltazar, Paraoquena e de Aperibé, emancipado mais recentemente. Posteriormente, em outra realidade econômica, as rodovias cumpririam o papel antes desempenhado pela estrada de ferro, surgindo novos núcleos, como Marangatu, Ibitiguaçu e Monte Alegre.

Compartilhe:
  • Twitter
  • Facebook
  • Orkut
  • LinkedIn
  • del.icio.us
  • Google Bookmarks
  • Digg
  • Rec6
  • Add to favorites
  • Google Buzz
  • Live
  • Print

Nenhuma página relacionada.

Deixe um comentário




Magali Capoeira

Cadastre-se

e receba notícias, descontos e promoções por email.